terça-feira, 30 de março de 2010

A destruição do passado

"A destruição do passado – ou melhor, dos mecanismos sociais que vinculam nossa experiência pessoal à das gerações passadas – é um dos fenômenos mais característicos e lúgubres do final do século XX. Quase todos os jovens de hoje crescem numa espécie de presente contínuo, sem qualquer relação orgânica com o passado público da época em que vivem." (Eric Hobsbawm, Era dos Extremos – o breve século XX)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.